Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

quarta-feira, março 29, 2017

Poesia Antiga

Robert Burns (1758-1796) 






THE BANKS OF BANNA (original)
Yestreen I had a pint o wine,
A place where body saw na;
Yestreen lay on this breast o’ mine
The gowden locks of Anna.
The hungry Jew in wilderness
Rejoicing o’er his manna
Was naething to my hiney bliss
Upon the lips of Anna.

Ye Monarchs take the East and West
Frae Indus to Savannah:
Gie me within my straining grasp
The melting form of Anna!
There I’ll despise Imperial charms,
While dying raptures in her arms,
I give an take wi Anna!

Awa, thou flaunting God of Day!
Awa, thou pale Diana!
Ilk Star, gae hide thy twinkling ray,
When I’m to meet my Anna!
Come, in thy raven plumage, Night
(Sun, Moon, and Stars, withdrawn a’,)
And bring an Angel-pen to write
My transports with my Anna!

https://viciodapoesia.com/2012/11/20/robert-burns-1758-1796-alguns-poemas/ 


quinta-feira, março 23, 2017

Não Matarás

Reedição

Não matarás 
SOAROIR
23/8/2006


Não matarás o inocente 
Não matarás o feto 
Não matarás o espermatozoide 
Não matarás o desenganado 
Não matarás a onça 
Não matarás os rios 
Não matarás os pais 
Não matarás os filhos 
Não matarás, Cícero 
Não matarás, Santo Agostinho 
Não matarás, São Thomas 
Não matarás, De Grotius 
Não matarás Direitos Humanos 
Não matarás, liderança 
Não matarás, religião 
Não matarás Deus 
Não matarás, bellum justum 
jus in mundo  PAX est 
 

SOAROIR
23/8/2006

Se eu morresse Amanhã

Reedição
40- Se Eu Morresse Amanhã 
©Soaroir Maria de Campos  

I

Desinfetar o beco e abandonar o eito...
Antes, porém eu da sentença recorreria,
em cabendo uma apelação para tal feito.

Certamente, se amanhã morrer fosse o dia,
chegada a hora daqui eu ter que partir
de volta pras estrelas, lugar donde eu vim,
indeferimento rogaria pro meu sair.

Acinte, desazado momento, aceria!
Das gentes que conheço com nada a provir
premiada delação por tempo eu trocaria
pra minha criadeiria eu poder cumprir.

II

Amanhã um dia, se finalmente, o dia,
vir de lá de cima a ordem pra partir,
a mais intensa febre de agror
das imputadas penas eu buscarei remir
do ventre inda aquecido por este calor

– Ontem não pude vos dar amor! Eu sei.
Vinde aos meus seios, agora vos esperam...
Não deveríeis assim ter partido! Errei...

Quero no Céu ter uma brecha permanente,
um novo começo para as vidas desmedradas,
guardadas neste mofino quarto quente,
pelo meu amor ainda abaetadas.

Silente Existência vinde repartejante
a quem hoje a Vida foi quem abortou
arrependida e eternamente penitente.

Set.15-2006_São Paulo, Brasil

terça-feira, março 21, 2017

Curiosidade do Português

À Bessa
(Ao estilo Bessa)


"A expressão “à beça” significa “em grande quantidade”. É atribuída aos muitos argumentos usados pelo jurista sergipano Gumercindo Bessa ao enfrentar Rui Barbosa em famosa disputa pela independência do então território do Acre, que seria incorporado ao Estado do Amazonas.
Segundo o professor Deonísio da Silva, no seu De onde vêm as palavras II, o primeiro a usar tal expressão foi Rodrigues Alves, presidente do Brasil de 1902 a 1906. Admirado com a eloquência de um cidadão ao expor suas ideias, teria exclamado: “O senhor tem argumentos à Bessa!” Com o tempo, o sobrenome famoso perdeu a inicial maiúscula e os dois “esses” foram substituídos por um “cê-cedilha”."

(texto copiado da Internet)

domingo, março 12, 2017

Ao Entardecer

Reedição de 2009

By The Dusk - Ao Entardecer


AO ENTARDECER...
© Soaroir Maria de Campos

Resultado de imagem para entardecer soaroir

o universo pára ao entardecer
maritacas se refugiam em qualquer lugar
os cães adormecem enroscados à cauda
a dormideira se prepara para a segunda-feira

o universo pára ao entardecer
jovens ansiando pelo novo sol
velhos cabeceando seu crepúsculo
padres orando por suas almas

o universo pára ao entardecer
para a rolinha retornar ao ninho
as naus vergarem seus mastros
o âmago encerrar-se em claustros

o universo pára ao entardecer...
ante a paleta de Maguetas.

São Paulo/SP-Br - Out.30/2007


Free translation:

the universe halts by the dusk
maritacas¹ take refuge everywhere
dogs asleep round their tails
mimosas readying for the Monday

the universe halts by the dusk
young waiting for the sunrise
elder heading their twilight
preachers praying for their souls

the universe halts by the dusk
for the columbina returns to its nest
ships bend their masts
and the soul encloses in cloisters

the universe halts by the dusk
before Maguetas’ palette

¹ - Pionus bird
Soaroir de Campos :

sábado, março 04, 2017

Dia da Mulher Versos Soltos

Soaroir

Resultado de imagem para salto alto desenho



Desexcomungada é a mulher 
que sem os traços de união 
de igreja, família e um José 
assume ser (solitária)  parideira  
rechaçada e mal amada 
durante uma vida inteira. 
Soaroir

ritmadas vêm as contrações 

muito antes da raquidiana, cesária  
ou natural parturição - enfim a face 
de dois - em uma placenta solitária.
Soaroir