Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, junho 04, 2016

Meus Dois Lados

Soaroir Maria de Campos
13/3/07

gato%20ao%20espelho.jpg
(Duas Faces) reedição

Personas

Num dia sou talento
No outro aptidão
Um lado é poeta
O outro pontuação.

Um lado é de Eco
O outro lado é preciso
Um lado é de espelho
O outro lado é Narciso.

Um é experiente
Enquanto o outro é desprovido
Um é exuberante
Num outro ser recolhido.

Soaroir Maria de Campos
13/3/07
 reedição
Soaroir
Enviado por Soaroir em 20/09/2011
Código do texto: T3230404 

quinta-feira, maio 26, 2016

Duas Faces

Personas

Num dia sou talento
No outro, aptidão
Um lado meu é poeta
O outro, pontuação.

Um lado é de Eco
O outro lado é preciso
Um lado é de espelho
O outro lado é Narciso.

Um é experiente
Enquanto o outro é desprovido
Um é exuberante
Num outro ser recolhido.

Soaroir Maria de Campos
13/3/07
in: Duas faces
 
 

terça-feira, março 22, 2016

O IGNORANTE

By Soaroir


imagem Net

O ignorante sempre exalta
 os que o tripudiam.
Evoé!

sábado, março 19, 2016

Bordado Livre- da Tarrafa ao Kilim

Bordado livre em familia
©Soaroir 10/11/10



exercício para o mote: "bordados da vida"

versão II


Minha avó fazia (tecia) tarrafas
minha mãe ponto de cruz

tia Zélia chuleava
os nós que o nosso pai nos dava

Eulália até que tentava
ponto em cadeia aberto
aresta ou pé de galinha

mas cadê a paciência
de refazer o que errava...

Prima Anizia, ó coitada
esta nada mais bordava
além de uns vagonites

Prima Cássia, a prendada
especialista em monogramas
em richelieu e meio ponto

Com família bordadeira
aprendi de tudo um pouco

ponto russo, renascença
ponto cheio, nó francês
caseado aberto e fechado...

De arraiolo a kilim
hoje minha tapeçaria é vasta
e enfeita o mundo inteiro!





...............xxx.....................
Minha avó fazia (tecia) tarrafas
minha mãe (em) ponto de cruz

tia Zélia chuleava
os nós que o pai dava/fazia

Eulália até que tentava
ponto cadeia aberto
aresta ou pé de galinha

mas cadê a paciência
de desmanchar o que errava...


Prima Anizia, coitada
esta nada mais bordava
além de uns vagonites

A outra, prima Cássia, prendada
especializou-se em monogramas
em richelieu e meio ponto cretense

Com uma família assim bordadeira
aprendi de tudo um pouco

Ponto russo, renascença
ponto cheio, nó francês
caseado aberto e fechado...

Amarradinho, arraiolo e em kilim
hoje minha tapeçaria é vasta
e enfeita meu chão/ mundo inteiro!

sem revisão
e continua  Wink
Soaroir
Enviado por Soaroir em 10/11/2010
Reeditado em 10/11/2010
Código do texto: T2607427
Classificação de conteúdo: seguro


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (© Soaroir Maria de Campos em "link para obra original" - "data de publicação no recanto"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

terça-feira, fevereiro 09, 2016

Ato Revolucionario

Soaroir 09/02/16


"In a time of universal deceit,

telling the truth is a revolutionary act." George Orwell


sábado, janeiro 23, 2016

São Paulo em Crônica


Vou te Contar
Por Rosário 23 de Jan. 2016


Faz tempo que ando ensaiando, no entanto , como você sabe, começar qualquer  coisa é difícil a beça. Principalmente perante a esta geração “Y”,  cheia de que tais distantes da minha. Mas vamos lá.
Hoje, Sábado, antevéspera do aniversário da São Paulo,  acabo de chegar do trabalho e olho para trás para agradecer minha trajetória  iniciada em Campos dos Goytacazes,  lá em 1947. Que aventura! Mas, de repente, percebo que o que esta Cidade durante longos anos me “deu”, tudo me tirou numa só rasteira. Mas não importa aqui.  O que quero te contar é que ela não tirou, ainda, minha dignidade, tampouco a minha Fé. Mas confesso  que está  difícil. 
Viro-me para pegar o copo ao lado e lá está um mosquito parindo algumas das sete pragas do Egito no fundinho da minha água mineral ao custo de sete reais o galão de cinco litros. Acho melhor beber no Rio Hudson.  Por lá  a tap water  é bagatela. A água de NY é super boa, dizem, e, em qualquer canto, a água de beber vem direto da torneira. Só o futuro dirá quanto custará tal bondade...
Alguns meses  atrás visitando meus netos em St. Neots,  Cambridgeshire não entendia porque  a pia estava sempre com aparência de “sapólio”  everywere.” É que aqui a concentração de cálcio na água é ...  (não entendi nada) respondeu Vitor, biólogo molecular...
Voltando ao conto. 
Estou cansada. Se der, noutro aniversário continuo...
Parabéns São Paulo!

quinta-feira, dezembro 31, 2015

BOM ANO NOVO

Soaroir 31/12/15

Ainda que os teus passos pareçam inúteis, vai abrindo caminhos,como a água que desce cantando da montanha. Outros te seguirão...
(Saint-Exupéry)


Pequeno_Principe.jpg

Soaroir
Enviado por Soaroir em 29/12/2011
Código do texto: T3412286 

terça-feira, dezembro 15, 2015

TOLERÂNCIA PREMIADA


Soaroir
15/12/15



Procrastinação nunca vale a pena, embora arguir perante preconceitos em nada colabora para alterar o que o ferrete das inanições há muito marcou. No entanto, como na fé  do beija-flor no incêndio da floresta, insisto, na esperança de um dia ser espelho; deixo-me subjugar, conscientemente, por aqueles cujo mundo não vai além de seu ínfimo arrabalde.

O que ganho em troca.... me pergunto. Acho que é para me redimir do meu tempo de soberba...


Mas, meu Deus! Forrai meu estômago  para eu não enguiar  com  tanta ignorância...

No desespero e no perigo, as pessoas aprendem a acreditar no milagre. De outra forma não sobreviveriam.” ―Erich Remarque

domingo, dezembro 06, 2015

Do Útero aos Berços

Soaroir/2009
foto by Soaroir 2015

By The Dusk


By The Dusk - Ao Entardecer
AO ENTARDECER...
© Soaroir Maria de Campos
São Paulo/SP-Br - Out.30/2007

July 2014 - UK


o universo pára ao entardecer
maritacas se refugiam em qualquer lugar
os cães adormecem enroscados à cauda
a dormideira se prepara para a segunda-feira

o universo pára ao entardecer
jovens ansiando pelo novo sol
velhos cabeceando seu crepúsculo
padres orando por suas almas

o universo pára ao entardecer
para a rolinha retornar ao ninho
as naus vergarem seus mastros
o âmago encerrar-se em claustros

o universo pára ao entardecer...
ante a paleta de Maguetas.

São Paulo/SP-Br - Out.30/2007


Free translation:

the universe halts by the dusk
maritacas¹ take refuge everywhere
dogs asleep round their tails
mimosas readying for the Monday

the universe halts by the dusk
young waiting for the sunrise
elder heading their twilight
preachers praying for their souls

the universe halts by the dusk
for the columbina returns to its nest
ships bend their masts
and the soul encloses in cloisters

the universe halts by the dusk
before Maguetas’ palette

¹ - Pionus bird

Soaroir de Campos :