Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

terça-feira, julho 29, 2014

Sol em Cambridgeshire

Soaroir
19:54 - July 29/2014


3 comentários:

Helder Silvestre Simba Andre disse...

O cinzento do céu
Espelha-se no mar
O tétrico marulhar das ondas
Beija à areia a passos camaleão

O amarelo do sol
Arrefece-se na boca do horizonte mar
um sopro emana o mar
e perfura-me o rosto

O mar num ritual de lavagens
ensaliva-me os pés
um canto morto lamentação das cegonhas
quase que mata a poesia

Os peixes fazem um ângulo de 180
A dor, em círculos crescente agiganta-se
O azul da caneta o branco do papel
O cinzento do poeta o negro da noite
A elegia
Finalmente
“Elegia”

Soaroir de Campos disse...

Caríssimo, só hoje li sua magnifica inteiração. Obrigada

Soaroir de Campos disse...

digo: interação