Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

domingo, julho 05, 2015

Acróstico de Inverno

ACRÓSTICO DE INVERNO
Soaroir 5/7/2015

imagem/net


Faiadas sob o Sol
Repousam (as) cinzentas nuvens;
Inexoravelmente esperamos
Orando pelo pão e (pelo)  o vinho.

Dita ventura a minha...
Éden de tão poucos!

Indolentes, contrastantes
Nevoas da manhã; branco no arredor
Vão tomando todo o vale
Ermos de flores, curvam-se os galhos
Rompe o vento assobiando
No mato sua sinfonia (alpestre)
Orquestra... Sem nem um pássaro... 
- - - - X - - -

VERSÃO  REVISADA
(Inverno=  Hímen da Primavera)

Faiadas sob o Sol
Repousam (as) cinzentas nuvens;
Inexoravelmente esperamos
Orando pelo pão e (pelo)  o vinho.

Dita ventura a minha...
Éden de tão poucos!

Indolentes, contrastantes
Nevoas da manhã; branco no arredor
Vão tomando todo o vale
Ermos de flores, curvam-se os galhos
Rompidos pelo assobio do vento
No mato pela sinfonia alpestre.
Orquestra... Sem nem um pássaro... 

Nenhum comentário: