Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sexta-feira, abril 27, 2007

CELEIROS













(foto google/blueshell)
Se cala, sente
a larva da poesia
vinga da semente
ao arvoredo,
do gavião ao homem
dissimina resistência
fertiliza a jóia mais vulgar
a travista ópera
o fadigado livre
enfastiada vida
devastando medo
ilude o ardil
poesia
transforma!
Soaroir 27/4/07

Nenhum comentário: