Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

domingo, agosto 12, 2007

No Dia dos Pais

Por: Soaroir 10/8/07 - 11:30h

Meu Pai, eu Amo Você

Aquele futebol de botão,
O jogo de frescobol na areia,
Minha Primeira Comunhão...
Eu nunca vou me esquecer.
E quando operei as amígdalas,
E acordei tonto da anestesia,
Procurando pelo seu colo?
Ah, isso também não esquecerei.
No, de escola, meu primeiro dia,
Encontrar você me esperando na saída,
Entregar os meus rabiscos que fazia no jardim,
Sua presença na minha formatura do ginásio,
Nas fotos dos Natais em família,
Na missa de domingo do Dia dos Pais...
Nunca vou esquecer.
E o orgulho de mostrar pros meus amigos
Quem era meu pai!
Pai, nunca hei de me esquecer:
A falta que sua presença me fez
Quando mais precisei
E não o encontrei por perto
Só porque você não quis ir me ver.
Eu me acostumei e cresci,
Hoje já sou um doutor,
Não o espero mais.
Mas eu o perdôo meu pai,
Porque ainda o amo muito,
Mesmo sem você
Mais me reconhecer.

(para poesia on-line do RL)

Nenhum comentário: