Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, julho 05, 2008

Do Solilóquio à Maiêutica

by Soaroir 4/7/08

a Poesia Pós-tudo.
Homero, Shakespeare,
Portugal à regional
Concretista,
ficção experimental,
Pós-modernidade
Vanguarda, marginalismo,
Realidade nacional.
a poesia ficou on-line,
o poeta virtual
a mesma poesia assenta
em pautas sem pena
sua arte em telas
de naturezas mortas
wake-ups, back-ups…
entrelinhas fartas
solilóquios surdos ...
Após tudo...mudos mundos
escolas outras, Pós-tudo
a Poesia muda
e o poeta a fala.

(diante da poesia do mote - o q dizer de superação?!)

Mote por Marcelo Bancalero:
superação/acreditar

ILUSÕES DO AMANHÃ
De: Alexandre Lemos - Príncipe Poeta
Aluno da APAE)

'Por que eu vivo procurando um motivo de viver,
Se a vida às vezes parece de mim esquecer?
Procuro em todas, mas todas não são você.
Eu quero apenas viver, se não for para mim, que seja pra você.
Mas às vezes você parece me ignorar,
Sem nem ao menos me olhar,
Me machucando pra valer.
Atrás dos meus sonhos eu vou correr.
Eu vou me achar, pra mais tarde em você me perder.
Se a vida dá presente pra cada um, o meu, cadê?
Será que esse mundo tem jeito?
Esse mundo cheio de preconceito.
Quando estou só, preso na minha solidão,
Juntando pedaços de mim que caíam ao chão,
Juro que às vezes nem ao menos sei, quem sou.
Talvez eu seja um tolo, que acredita num sonho.
Na procura de te esquecer, eu fiz brotar a flor.
Para carregar junto ao peito,
E crer que esse mundo ainda tem jeito.
E como príncipe sonhador...
Sou um tolo que acredita, ainda, no amor.'

"Este poema foi escrito por um aluno da APAE, chamado, pela sociedade, de excepcional.. Excepcional é a sua sensibilidade! Ele tem 28 anos, com idade mental de 15 e peço que divulguem para prestigiá-lo.
Se uma pessoa assim acredita tanto, porque as que se dizem normais não acreditam?"
Marcelo Bancalero

Nenhum comentário: