Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, dezembro 04, 2010

À Céu Aberto

À Céu Aberto
© Soaroir de Campos
Dez.4/2010


como as plantas do meu jardim
derramo-me pelos parapeitos
na busca por mais espaço

apesar das parasitas o despeito
não me cerceia o limite imposto
por vasos de cerâmica ou plástico

lanço raízes por qualquer vão
e vergontas¹ sempre em frente
encorajada vida pela direção
do calor e luz do sol

sou como as plantas do meu jardim

de tanto viço não cabem em si

e separadas crescem, de seus pares
dos narcisos, e das beldroegas
sem jamais crescer distantes...


¹vergônteas



Nenhum comentário: