Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, março 31, 2012

Radicais Livres






Emblema de Taberna
By Soaroir
Março 31/2012



Se eu não fosse quem sou,
nasceria em Itabira,
ou em algum lugar das Highlands.
Olharia o mundo através de janelas largas,
entenderia melhor as névoas, as neblinas
sobre os campos verdes e perfumados
pelos lírios silvestres.
Seria rainha dos Icenos
e me chamaria Boudica.
Se eu não fosse como eu sou,
viveria perplexa
diante dos mil cérebros,
não atravessaria a rua
para olhar os meus sonhos de perto.


 

2 comentários:

Leila Marinho Lage disse...

História e a literatura
Passearam em seu texto
Reconheci a penas duras
Radicais, e livres de preconceitos

Soaroir de Campos disse...

Obrigada dra. Leila. Saudade.


Agradeço também Jorge Montenegro
(http://silviamota.ning.com/profiles/blogs/radicais-livres?commentId=5503497%3AComment%3A488989&xg_source=msg_com_blogpost) pelas gentis palavras:

"A dialética acordada e o desassosego existêncial são molas-mestras do intelecto propositivo ! Leio teu poema com olhos Dicksonianos. Espetáculo !




P.s.: Parabéns pelo filho cientista !!!"