Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

segunda-feira, fevereiro 18, 2013

The Book is on the Table

Sou de gêmeos

By Soaroir 18/02/13




Depressão não tem muito espaço em geminianos. Nós sofremos de impotência quando a vida ou alguém nos puxa o tapete, mas por pouco tempo, logo que mastigamos, intelectualizamos e argumentamos, fazendo do infortúnio um desafio mental, arquivamos tudo no “desativado”, com revisão para um dia talvez...

Apesar da rapidez de raciocínio, há um certo “delay” para matérias exatas - eu não sobreviveria sem uma calculadora pra somar dois mais dois – mas as humanas...Ah como me deleito com elas! O português e outros idiomas sempre foram minha paixão, tanto que logo cedo comecei a estudar inglês no Yázigi e União Cultural no Rio. Pobre de marré marré, eu pagava a matrícula e mais dois meses e pedia bolsa que pela minha dedicação e bom desempenho me era concedida. Com isso acabei me formando na Cultura Inglesa de São Paulo. Mas bem antes, fui ser babysitter em uma cidadezinha entre Buffalo e NY. Que sufoco!

Ainda em NY e toda cheia com o meu inglês carioca, num bar pedi um café com leite. Depois de muita insistência da garçonete “May I help you” ela gritou: “Rossê”, it´s for you e lá veio um garçom falando espanhol. Alias, o que mais me irritava era quando eu era confundida ou com porto-riquenha ou francesa.

Mas o pior mesmo foi quando liguei do telefone público para Marlete, colega carioca que trabalhava em New Jersey. Após depositar os “coins” solicitados uma voz continuava falando e eu pedindo “please, speak slowly”. Claro que não consegui completar a ligação e só mais tarde descobri que eu falava com uma gravação.

Mas geminianos são os maiores pagadores de “mico” mesmo. Mas não se abatem facilmente. Depois de muito tempo morrem de vergonha das gafes cometidas, mas como nada prende a atenção deles por muito tempo, depois de um breve conflito entre o intelectual e o emocional eles se assumem: este sou eu...e pronto. Enquanto prometem jamais repetir o mico.

Falar um idioma estrangeiro requer mais do que conhecer gramática e vocabulário. É primordial que se conheça a cultura do país da língua que se está estudando. Isso me faz pensar no resultado que possa vir do programa concebido por Aloizio Mercadante e a ser lançado em Março deste ano pela presidente Dilma –“ Inglês Sem Fronteiras, o mais ambicioso programa de ensino da língua inglesa já feito por um governo”- quando a maioria por aqui ainda diz “isto foi uma perca” ou "o que mais você tem pra mim fazer”.

Bom, mas nós geminiamos doidos por uma pesquisa, a gente não esquenta e desiste nunca. Escarafunchando na Net percebi que, além do "The Book is on the Table" já temos meio caminho andado:

It’s we in the tape! = É nóis na fita.
Tea with me that I book your face = Chá comigo que eu livro sua cara.
I am more I = Eu sou mais eu.
Do you want a good-good? = Você quer um bom-bom?
Don’t even come that it doesn’t have! = Nem vem que não tem!
She is full of nine o’clock = Ela é cheia de nove horas.
I am completely bald of knowing it. = Tô careca de saber.
Ooh! I burned my movie! = Oh! Queimei meu filme!
I will wash the mare. = Vou lavar a égua.
Go catch little coconuts! = Vai catar coquinho!
If you run, the beast catches, if you stay the beast eats! = Se correr, o bicho pega, se ficar o bicho come!
Before afternoon than never. = Antes tarde do que nunca.
Take out the little horse from the rain = Tire o cavalinho da chuva.
The cow went to the swamp. = A vaca foi pro brejo!
To give one of John the Armless = Dar uma de João-sem-Braço.


Um comentário:

Soaroir de Campos disse...

Um addendum:

Este tema está arrancando opiniões que, de forma politicamente correta, dizem q "what is it all about?" Que aprendam o nosso português, ôxente!. Bjs e obrigada p carinho.

(Este é um texto integrante do "Exercício Criativo" - The Book is on the Table. Leia outros autores em:
http://encantodasletras.50webs.com/thebookisonthetable.htm)