Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

domingo, março 10, 2013

Reinvenção da Carne


Poesia de Tinteiro
Por Soaroir de Campos

Foto/arte by Tucalipe

Quando minha poesia

Saía do tinteiro

No caos, sem tirania...


Poeta era casulo

Paria borboletas;

Cuspia abelhas

Lambia favos


(Em vôo rasgante)

Disseminava polens

Polemizava cernes


Mordia a carne

Reinventava a vida -

Premendo os vãos...



Soaroir 10/3/13

2 comentários:

gago poetico disse...

Realmente gostei de seu blog. Cheio de positividade, isso aí ! Te convido a visitar o meu timido blog, também de poesias, todas minhas.


http://gagopoetico.blogspot.com.br

Grande abraço, fique com Deus !

Jussara Neves Rezende disse...

Uau! Vim agradecer seu comentário no meu blog e me encontro aqui, encantada, com esse universo de boa poesia. Parabéns! Amei!