Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, outubro 20, 2012

A Casa de Caçoleta

Quando expressei esta memória estava certa de que ninguém poderia me entender. Surpresa quando depois de mais de 4 anos receber do Jô completa tradução de meu sentimento.
Obrigada, caríssimo!


A casa de Caçoleta

By: Soaroir 12/03/2008


Numa velha máquina Singer ela fantasiava a redondeza para as missas de domingo, até quando a casa se encheu para orar por sua alma.

Código do texto: T897739
Obra licenciada. Vetado copiar em parte ou no todo, criar obras derivadas.(©Soaroir Maria de Campos



18/10/2012 16:50 - Jô do Recanto das Letras


Este texto está direto, descritivo/narrativo, sem meias palavras, sem perdão nem piedade para sentimentos ou pensamentos melífluos, gratificantes, evocativos... E essa dureza prática verbal, esse quase desprezo pelos sentimentos que as palavras irão despertar e apertar no nosso peito, é que o fazem grande. Literatura é isso. Aí o leitor, esse eterno buscador de textos belos, facilmente emocionáveis, se queda, pensa e sente: lembra-se de tia, mãe, avó, bisavó... E percebe um abismo entre esse sentimento pio, dourado, crepuscular - abismo verbal, de palavras quase ríspidas, indiferentes aos alheios anseios, às mães dos outros. E faz aflorar no leitor, esse ser suscetível, impressionável e sempre pronto ao choro diante de bons textos, a exclamação: "Mas isto fala da minha mãe!, só e como fala!" (este meu texto é sem dúvida um rascunho, ao qual voltarei - desculpem a emoção (mãe)

Para o texto: A casa de Caçoleta (T897739)


Nenhum comentário: