Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

segunda-feira, outubro 29, 2012

A Mulher de Lata e as Virtudes Cardeais



A Mulher de Lata
e as Virtudes Cardeais

©Soaroir de Campos

SP/SP 27/10/12

imagem/Net



O cachorro me acordou às cinco. Providencial já que coincide com a hora que devo engolir“ciprofloxacino” para combater um ataque de mau imunodepressor,entre outros, segundo a Net, porque remédio da rede publica não vem com bula e as informações impressas no verso da cartela metálica não se consegue ler, o que de certa forma é uma benção. A última bula que li trazia 1% de benefícios e 99% de possíveis danos colaterais.

Não dá para voltar para a cama embora estejamos no horário de Verão, fato que o cachorro desconhece e insiste em querer descer, mas eu, ainda que toscanejando, aproveito o silêncio para dar ouvidos ao que repentinamente, como vazamento de um dique, goteja pelas brechas do meu inconsciente enchendo minha moringa e latas, então me rendo à análise das injúrias, das injustiças e das maldades que me intoxicaram ao me calar.

 

Ainda tentando me esquecer das sovinices eu me dou conta de que a temperança que nos aconselha ao domínio da vontade sobre os instintos também nos induz a nos acumpliciarmos com a violação das demais Virtudes Cardeais, principalmente a justiça que hoje mais nos amedronta do que nos avigora, quem com seus inaccessíveis e impermeáveis rábulas que nos encurralam ao cunhal da insignificância e então entregamos calados o que a nós pertence.

 

Resta-nos a fortaleza que criamos quando em folhas de flandres nos revestimos para manter a firmeza e a perseverar em discernir, em quaisquer circunstâncias, o certo do errado e então escolher os meios para autodefesa e a sobrevivência digna e saudável. No entanto, às vezes explodimos!

 

Dizem que esquecer ofensas depende da nossa memória e acabo de me lembrar de que preciso descer com o cachorro que, não age por maldade, perdoa, mas jamais esquece os maus tratos.

Vamos Chuko, vamos mijar no mundo...

 

 

 





 
A Mulher de Lata
E as Virtudes Cardeais (EC)
©Soaroir de Campos
SP/SP 27/10/12
 
 
(Este texto faz parte do Exercício Criativo - "A Mulher de Lata"
Saiba mais, conheça os outros textos:
http://encantodasletras.50webs.com/mulherdelata.htm)

Nenhum comentário: