Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

terça-feira, setembro 15, 2009

Tietê em Ondas Curtas

Linguagem dos Incapazes -A
Por Soaroir de Campos
14/9/09

O rio falante passa
E nada... nada passa.
Nas sombras, gravetos,
Coprófitos flutuantes,
Coelhos mortos de sede,
Martins–gravata
Caolhos, e pererês,
Capivaras ribeirinhas...
Passam impotentemente
Pelo silêncio da Natureza
Diante do rio que passa
Por eles, e pelo dorso
Até o pescoço
Da garça ex-branca;
Não entendem o que passa
Ou se passa...
Envenenados seguem
Para seus covis/tocas
Condenados a morte
Pelas sentenças
Do homem
Que nunca ouviu o rio.

(lº rascunho)

Nenhum comentário: