Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

quinta-feira, maio 27, 2010

Preamar

Soaroir
27/5/10

Ó areia do presente, quantos de teus grãos
São de rios e mares de erosão!
Que há feito da firme antiga rocha
Que a memória ainda se atocha!
Ó fastos dias de (veras e) doces cantigas
Sonhos...Folclore ou lenda antiga?
Mar, amar, marcas na areia...
Recolhidos na maré-cheia!

(sem revisão)

Nenhum comentário: