Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, maio 22, 2010

Teares


Soaroir 22/5/10


imagem/google
                 O bem viver


há fios de seda no tricô do tempo
permeando a rede (tela) da física quântica
a tapeçar a vida enquanto panda
ondas de gnose de doutrinas
não se esgarçam como  nuvens
nem se cerze(m) quando  estafam
na senescência ou antonímia...

um dia continuo...

"DA JUVENTUDE E A VELHEZ
(Nabegat Beni Jaid)*

Não há bem na juventude
Se lhe falta melhor valor
Que conserve seu esplendor
Com toda sua plenitude

Nem se encontra em sua velhez
Se não tem o peito forte
Que suporte toda sorte
Com generosa altivez"

*Nabegat Beni Jaid  (poeta árabe - sec VII)
Specimens of Arabian Poetry - Joseph Dacre Carlyle, Cambridge: Cambridge University Press , 1796, 180 p. in An Elegy by Lebid Ben Rabiat Alamary p.33
Poesias asiaticas - Conde de Noroña, Paris: Julio Didot Mayor, 1833, 375 p. in Poesias Arabes - p.104

“MOTE: O BEM VIVER”
Abraços!
Joseph Shafan

Nenhum comentário: