Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

domingo, julho 26, 2009

Brilho e Sombras

(da Terra até à Lua)
Soaroir
17/7/09

................................ (O verso e o reverso da fragilidade do ser humano)

A passos largos, das cavernas até à Lua
Somos um universo de fragilidades - vamos
Do útero aos berços de toda a vida
Procurando pistas, nos voos das aves
Nos troncos carregados pelas correntes
Nos sinais dos deuses, terrenos e celestes
A fim de localizarmos a vizinhança
Dessa mais isolada e íntima ilha...
Solitária criação, de verso e reverso
Brilho e sombras, chamada
..............ser humano.

Um comentário:

Devaneios Da Difícil Vida Fácil disse...

Gostei do poema!

Visite me blog:

www.devaneiosvidafacil.blogspot.com

Beijinhos