Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

segunda-feira, julho 06, 2009

vela na janela

by Soaroir de Campos
4 de Julho/2009

...........................................................A sombra de minh'alma


A sombra de minh’alma

Tem nova companhia

Às vezes ela se mostra

Junto com a da poesia.

Nessa nova exitância

Mantem seu endereço

Cansou-se ela deveras

Dos meus sombrios tropeços.

Para poder encontrá-la

Acendo uma vela

Debruço na janela

E espero a chegada delas.



Mote: " A SOMBRA DE MINH'ALMA", interpretação

A SOMBRA DE MINH'ALMA"

"A sombra de minh'alma
foge por um ocaso de alfabetos,
névoa de livros
e palavras.

A sombra de minh'alma!

Cheguei à linha onde cessa
a nostalgia,
e a gota de pranto se transforma
em alabastro de espírito.

(A sombra de minh'alma!)

O floco da dor
se acaba,
mas fica a razão e a substância
de meu velho meio-dia de lábios,
de meu velho meio-dia
de olhares.

Um turvo labirinto
de estrelas afumadas
enreda minha ilusão
quase murcha.

A sombra de minh'alma!

E uma alucinação
ordenha-me os olhares.
Vejo a palavra amor
desmoronada.

Rouxinol meu!
Rouxinoul!
Ainda cantas?"

(Federico Garcia Lorca, Madri, Dezembro de 1919)

Um comentário:

Soaroir Maria de Campos disse...

significativos pontos de vista recebidos em minha escrivaninha:

06/07/2009 11h00 - Leila Marinho Lage
Na minha interpretação (posso estar errada), você usou da metáfora para brilhar nesta poesia. Você retorna ao seu interior ao refletir (debruçada na janela), materializando suas tristezas ocultas(sombras refletidas pela vela) em poesia. Bilac não faria melhor! Nossa! Dá até um baita pps!!!

06/07/2009 12h00 - Véi
Tudo isso leva-nos à uma poética rara, difícil de ser interpretada. Para mim, é como acender uma vela em sinal de oração para que a poesia adentre nas entranhas da poeta PhD. Abraços supletivos.

06/07/2009 14h39 - Malubarni
Tua alma é feliz pois encontra encanto e muita poesia em ti.Belos versos.Bjs.Malu