Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

quarta-feira, julho 07, 2010

Sem pedigree

Soaroir 7/7/10

cachorro-poema


meu cachorro-poema é vira-lata
nenhum com pedigree chega perto
com medo das suas pulgas...
deste rafeiro o que ninguém sabe
é que o seu faro é de perdigueiro


Cachorro-poema

Busca
Mário Quintana

Subnutrido de beleza, meu cachorro-poema vai farejando poesia em tudo, pois nunca se sabe quanto tesouro andará desperdiçado por aí...

Quanto filhotinho de estrela atirado no lixo!

Nenhum comentário: