Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, abril 12, 2008

Cada um vê o que enxerga

© Soaroir - São Paulo/SP
Mote do dia 14/abril/08












Imagem Goggle/Clube da Imagem
http://www.prof2000.pt/users/joanes/web02/


Que alguma janela se ria de mim
Mas que se abra pra dentro d’alma
Cante canções sem palavras
Para este meu olhar sem fim.

E que num abrir e num fechar
O objeto já tenha seu ganho
Na censura da perfeição
E em teu poder de teu enxergar.

Ao longe o que se encastela
Como uma clave ao sol
De perto revelado
São meus olhos nesta tela.

Nenhum comentário: