Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

terça-feira, outubro 14, 2008

Por que me dói o coração?

© Soaroir 13/10/08

Quando em vida almas penadas
Vêm jogar-me às mãos cheias
Suas pobrezas e maus fados
Refundidos em marginal criação
Oh Deus... Tantas paixões descabidas...
Que dor!
Tantos que não contam nada
Calam-se. Acostumam-se ao fastio
Vísceras comendo vísceras
Sem falos, flatos nem fezes,
Sincronicidades ou futuro
Coração e cabeça
Desbancados pelos piolhos
Envergonhada, eu
Estendo-lhe uma empada
Que dor!
Ávida mão de fome
Enquanto sem cor a outra
Segura seu cobertor.
Terno sorriso
Diz-me obrigado.
Por tão pouco, por nada!
Que dor...


Um fragmento de Fernando Pessoa
(Cancioneiro)

Poesia! Nada! A hora desce
Sem qualidade ou emoção.
Meu coração o que é que esquece?
Se é o que eu sinto que foi vão,
Por que me dói o coração?



Mote para hoje por Ronaldo Rhusso:
"Por que me dói o coração?"

Nenhum comentário: