Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

terça-feira, maio 19, 2009

A mesma severina

Ainda severina
Soaroir 18/5/09

- Venho carregando esse corpo
desde lá do absurdo
- Qual a razão?
- Sei não.Pobre alma...
Ele era mudo.
Mas fui eu que matei não!
Pelo alfa que lhe emoldura a boca
e as sobrancelhas retas
morreu de esperança
eu suponho

...


se der volto p terminar


MOTE:"Máscaras de silêncio da democracia."

Nenhum comentário: