Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

quarta-feira, março 26, 2008

A Cadência da Ausência

© Soaroir
Março 26, 2008 - 10:05





Pelos descaminhos que corri
Foi que vim a caminhar
Tua ausência foi ferida
Que eu aprendi a curar.
Nos desalinhos que me cobri
Nem tudo foi sempre ruim
Só as trilhas da tua ausência
Traziam amuos do fim.
Aprendi afinal a cavalgar
Pelos próprios prados de mim
Ainda que haja uma ausência
A tua não é mais (meu) chupim.

Mote do dia "ausência"

Nenhum comentário: