Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

quinta-feira, março 20, 2008

A Lagartixa Bixa

(metapoesia)
By: Soaroir Maria de Campos
20/03/08




imagem google


Como qualquer poeta
Não a entende ninguém
Sua pele é delicada
E o coração também.

Vai subindo pela vida
A seus insetos caçar
Sabe a hora de correr
E também a de pensar.

Sua cor é diferente
De um vermelho grená
É arisca a qualquer um
Que tente lhe pear.

Sempre anda solitária
E mostra nenhum afeto
É preciso muita coisa
Para ela cair do teto.

E eu em minha lagarteira
Que não abriga ninguém
Tenho poesia pra sentir
A das lagartixas também.



Mote do dia por LuciAne: "Já que se há de escrever, que
pelo menos não se esmaguem com palavras as entrelinhas"
Clarice Lispector

Um comentário:

Jorge Sader Filho disse...

Interessante entendimento!
Valeu divulgar, Soaroir.
Abraço