Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

quinta-feira, março 13, 2008

Cheiro de bagre salpreso

By: Soaroir 13/0/08












Mar Morto - Imagem: Geocities

Hoje minhas emoções (se) parecem
Com essa poesia mal-ajambrada
Quisera fazer soneto decassílabo
Sáfico-heróico e com rima alternada
Mas que nada...
Só o que me vem de supetão
São sensações desordenadas
Como cheiro de bagre salpreso
De jaqueta nova de couro
De grama verde cortada
E de terra seca molhada
Não são versos, ainda que poesia
Hoje por certo é este o meu acaso
Quiçá de uma vida inteira!



Mote do dia: "eu gostaria de saber de emoções
que acontecem assim...
"Ao acaso". Marcelo Bancalero

Nenhum comentário: