Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

quinta-feira, maio 08, 2008

Amor quadrado

©Soaroir 8/5/08

imagem/geocities/paris/

Como uma régua, desprovida
[de contornos,
Ainda acredito que
[as medidas de ontem
Possam guardar no compasso
[dos esforços
Alguns valores disponíveis
À preciosidade de um
[momento.
Que arrogância a minha...
Medir dação em pagamento!

MOTE DO DIA:
As dimensões do amor

Em ti o amor tinha tantas dimensões
Que não dava espaço
À vulgaridade dos cantos tristes e mudos.
Mesmo quando falavas em desamores
Transformavas o pranto em flores
E partias na senda ilusória
De novas claridades.

Horta, Setembro, 2007
Manuel C. Amor (poeta Angolano)




2 comentários:

Renato de Morais disse...

Gostei bastante.

Márcia disse...

Olá, Soaroir!

Que belo lugar para se estar quando for preciso mergulhar em poesia este seu!

Fico feliz por tê-la encontrado.

bj,