Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

segunda-feira, junho 01, 2009

O Choro dos Vertebrados

(dedicado aos familiares do voo Air France 447)
Soaroir 01/06/09 - 10:43h


Como se esquivança de agulhas
Lamúrias, fosse destino de machos
Eternos felizes em folha
De hera segura no frontão
Longe do chão, embelezados
Só de flores
Ou apotropaicas entidades
Não gente com raízes vivas
E calcanhares expostos
Que se acabrunha
Quando o time perde
E reflete
Quando perde a mãe.
A lágrima existe
Chorar existe
Para vertebrados –
Macho ou fêmea
Desanuviar os olhos
E lubrificar a alma.


Mote: "Dizem que homem não chora"

2 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia. Gostaria muito de entrar em contato com algum responsável pelo Blog. Procurei sem sucesso um espaço que contivesse formulário de contato ou e-mail. Solicito a gentileza de entrarem em contato através do e-mail wesleymferreira@hotmail.com Grato, Wesley

Soaroir Maria de Campos disse...

tem sim, caro Wesley. É só entrar no Pote-de-poesias.com.
Abrs