Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, abril 10, 2010

Quando a Palavra é Calada

O Poeta é Anônimo
Soaroir
10/4/10
"Liubliú" (amo) Maiakóvski

- versão tipográfica de El Lissitski (1 9 2 3)
fonte/google


eu berro sem parceria
   e daí pô? 
       o gelo me basta...
           vamo lá,
                vamo lá ...
                     só preciso chegar à geladeira!


mote: MUDEZ DA PALAVRA OU QUANDO A PALAVRA É CALADA

2 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Soaroir de Campos disse...

Um elogio desse a gente não esquece - e agradece."És de uma criatividade ímpar. Gosto muito dos teu poemas e sempre os leio, às vezes não comento , porque estou trabalhando o dia todo e quando chego meio cansada apenas leio. Luz e paz pra ti. Fátima Mota"
http://66.228.120.252/poesias/2188608