Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sexta-feira, dezembro 19, 2008

Entre o Céu e a Terra

© Soaroir de Campos

Sunset - Claude Monet
















- Eu amparo o vento.
- Em mim ele vagueia.
- Eu me visto de nuvens.
- Elas me enleiam.
- Eu nasci faz tempo.
- Eu canto a vida e a morte.
- Todos me vêem.
- A mim interpretam.
- Eu seguro a neve que prende pés.
- Eu vôo até o Sol e me derreto.
- Sou muito importante, a mim até veio Moisés.
- Entre os deuses eu habito.
- Eu sou muito alta.
- Sou mais o poeta.
- Eu sou sólida.
- E eu transparência.
- Eu sou pedra.
- Eu sou criação.
- Sou intransponível.
- Sob teus pés habito.
- Sou poderosa.
- Tua areia me enriquece.
- Faça me uma lenda.
- Dê-me então um mote.
- Esmeralda.
- Está bom assim?
- Não vejo cor!
- São versos brancos!
- Quem é você?
- Emoção.
- Eu sou a Montanha.
- Muito prazer, eu sou a Poesia.


MOTE DO DIA 19/12/08
Citação de: Soaroir em Hoje às 08:41
"Meu êxito vem da Natureza, a fonte de minha inspiração"
Claude Monet

Será que a Natureza age de maneira diversa dependendo da
simpatia ou antipatia para com este ou aquele indivíduo?

Um comentário:

Anônimo disse...

Para mim Monet é um dos melhore artistas, pois em suas telas ele reflete o que esta vendo e sentindo naquele momento.