Copyright Disclaimer

Do not reproduce any of my texts published here. Plagiarism will be detected by Copyscape.

sábado, janeiro 10, 2009

A FUVEST e a MATEMÁTICA

Culpado é o Português
©Soaroir - co-autoria Tucalipe
10/1/09


Em 2007, pela terceira vez, o Instituto Paulo Montenegro, ligado ao Ibope, ouviu pessoas de todas as faixas etárias buscando mapear o analfabetismo funcional – num paralelo com o mundo das letras, esse conceito identifica pessoas que sabem ler palavras, mas são incapazes de escrever uma carta. [...] (¹)
Agora imaginem “Fronteiras” como tema para a redação do vestibular. Que viagem deve ter sido...E na matemática então? Que diabo é 50% off ou sale que a gente vê por ai? Sem contar aqueles “serviços de utilidade pública” que mandam a gente prestar atenção nos juros “embutidos”. Convenhamos. Pensar que o mais próximo que chegamos destas expressões é o off-set, mortandela e seus similares, calcular os juros “embutidos” e juros compostos seria o mesmo que contar para um brasileiro a seguinte piada:
Um escocês, um irlandês e um britânico estão num táxi quando este perde o controle e cai num barranco. Momentos antes do táxi bater matando todos, os passageiros gritam suas últimas palavras: o britânico “Deus salve a Rainha!”. O irlandês “Deus salve a Irlanda!”. O escocês “Pelo amor de Deus, desliga o taxímetro!”. Entendeu? Pois é.
E então se chega numa prova de matemática, e encontra-se a bissetriz. Ai me lembro das “Comédias Para Se Ler Na Escola” do Veríssimo, bissetriz....Bissetriz é o quê? A primeira coisa que me vem à mente é um xingamento. "Lá vai a Bissetriz.” Ou ainda , parece que bissetriz é uma atriz que por ainda não ser tão famosa precisa fazer o papel da donzela em perigo e da capanga do vilão ao mesmo tempo. E o seno? Seno é aquela região da Cidade dos Tangentes onde todas as construções têm ângulos obtusos. “Ontem fui ao Seno e arrumei uma tangente para vir pra cá.”
Fibonacci era um antigo pintor que ajudou Da Vinci a fazer suas criações, enquanto Laplace é o nome dum famoso shopping center na França.
Temos que carregar dois Houaiss “no pulso”. Um para o português, e outro para o matematiquês. Dois dicionários, sim.
Quem não se lembra da Tia Fanegundes² que sempre dizia que “A matemática é a língua universal”?. Só que esqueceram de incluir no currículo esse bendito idioma. Enquanto não tivermos uma Academia Brasileira dos Números, ou similar, o matematiquês será uma língua estranhíssima para nós lusotupininquins.
“Matematizar é um exercício de gerar nexos com a realidade”. Ai jogo a literatura. Sem matemática não teríamos como contar as sílabas tônicas/poéticas e determinar se uma palavra acaba sendo (pro)(par)oxítona ou não. Determinar um verso se alexandrino ou em redondilha maior seria impossível sem matematização.
Estamos na rabeira dos rankings da compreensão - o cofator de pascal é o um complemento da bolsa de valores determinando a correção monetária das ações de Van’t Hoff que são administradas por um cossecante. Você tem alguma sobrejeção sobre o que eu disse...?
Como a soma dos quadrados dos catetos é igual ao quadrado da hipotenusa (a² + b² = c²), então vamos traçar a assíntota e acabar com essa mantissa.
nb: Nada disso aconteceria se efetivamente tivéssemos sidos colonizados pelos Holandeses – se assim fosse , agora eu estaria me preparando para entrar na Neu Universiteit van Maurits van Oranje.Instead.


¹ "portaldoestudante"
² Expressão do meu Prof. Ângelo - biologia do Curso etapa

Nenhum comentário: